Che FC


Ernesto Che Guevara, uma das figuras mais emblemáticas e admiradas no mundo, influencia gerações há décadas. Na Argentina, suas ideias e ensinamentos socialistas persistem e dão nome ao Clube Atlético Social y Deportivo Ernesto Che Guevara. Time de futebol amador da cidade de Jesus María, em Córdoba (onde o guerrilheiro viveu dos dois aos 19 anos), que estimula valores humanitários e de convívio social dentro e fora do campo.

Fundada em 2006 por Mónica Nielsen e Claudio Ibarra, a equipe foi criada em homenagem ao médico argentino, líder da revolução cubana, cuja famosa imagem, eternizada pelas lentes do fotógrafo cubano Alberto Korda, estampa as camisas vermelhas dos jogadores e o distintivo do uniforme. Nas costas da camisa a famosa frase: “hasta la victoria siempre”. “Pretendemos promover um modelo de pensamento baseado nos valores de Che a partir do futebol, um esporte de grande força em todo mundo”, explica Mónica, presidente do clube que o administra de forma voluntária com a ajuda dos pais e parentes dos meninos do time.

“Assim, idealizamos a integração de crianças e jovens de todas as classes sociais para ajudá-las em sua formação, reforçando sempre valores pregados por Che como solidariedade e dignidade”, explica. “Queremos que eles usem essa camisa e sigam as convicções do líder revolucionário, sua luta e entrega por um mundo melhor”. Ao todo, mais de 100 crianças e adolescentes, em categorias que vão desde o sub-10 até sub-16, participam do projeto. “Eles treinam três vezes por semana, após seus estudos em Jesus María”, afirma Mónica, que também já integrou o Partido Socialista Popular argentino.

Filiado a Liga Regional de Colón, que está ligada a AFA (Associação de Futebol Argentino), o Club Atlético, Social y Deportivo Ernesto Che Guevara tenta conseguir uma sede própria. Por hora, as sete categorias treinam em campos cedidos ou alugados na região e a parte administrativa funciona provisoriamente na casa de Mónica. “Queria que eles, que possuem até tatuagem de Che Guevara, viessem aqui, observassem nosso trabalho e nos dessem uma mão. Seria muito importante para as crianças”, disse Mónica, referindo-se ao ex-craque da seleção argentina, Diego Maradona.

Além do futebol, o grupo organiza atividades que visa à inclusão de crianças e adolescentes no mercado de trabalho, educação, convívio com a comunidade e familiar. “Com isso, seguindo os ensinamentos e o amor revolucionário de Che, estamos construindo o novo homem de amanhã”, completa.

Copa América Alternativa

O Clube Atlético Social y Deportivo Ernesto Che Guevara e o Autônomos FC (time de São Paulo que se organiza sem hierarquias e coletivamente) irão realizar em janeiro de 2012 a primeira Copa América Alternativa, em Jesus María. O evento, além de contar com um torneio de futebol de campo, um torneio de futsal feminino e um torneio de futsal misto, promoverá uma competição infantil, junto com as divisões juvenis do Che Guevara. Além do futebol, estão previstos também um festival de música e outras atrações culturais.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s